Registros e Artigos

Liderar em Home Office, e agora?

8 Jun 2020

 

Oi, pessoas!!

Espero que estejam todos bem!

 

Com muito cuidado e carinho, estamos abordando este tema, não por acaso devido ao cenário atual, mas também pelo fato de que é bem possível que nós tenhamos mais pessoas em home office “ad aeternum” do que pensávamos quando do início do isolamento social imposto.

 

Já estamos sendo informados pelas mídias, que várias empresas já aderiram ao formato home office até 2021, para os colaboradores que não precisam estar presencialmente nelas.

 

E eu lanço uma pergunta direta para vocês: Quantos líderes estão preparados para gerir suas equipes à distância e quantos colaboradores estão preparados para serem geridos e realizarem suas atividades sem perder a produtividade, em modo remoto?

 

É óbvio que alguns estão sim, porque são aqueles profissionais que se adequam com maior facilidade às circunstâncias adversas e entendem que o importante é estarem presentes, mesmo à distância. Porém, a maioria não se comporta desta forma.

 

Vejam, eu disse: “não se comporta”.

 

Se estamos falando de comportamento, estamos falando de pessoas que estão sendo diretamente influenciadas pelo cenário atual, tendo que manter o pensamento positivo (pois não sabem até quando estarão empregadas, já estão no formato de redução de jornada e salário, etc.), além de estarem trabalhando em casa, independente se possuem ou não condições físicas e emocionais para isso.

 

Neste contexto, se você é o proprietário da empresa, você tem as informações reais do seu negócio, mesmo que ele não esteja passando pelo melhor momento. Então, a ansiedade sobre o que pode acontecer com seu emprego não existe, o que existe é a ansiedade em relação ao futuro do seu negócio. Por isso, você precisa estar ciente, mais do que nunca, das ações que você precisa ter, das decisões que você deve tomar, de que forma você vencerá esta fase e, principalmente, que muitas das suas decisões não serão bem vistas; porém, esta é a sua responsabilidade. Sendo assim, você está na condição de Líder e, se você tem colaboradores que também coordenam ou lideram outros colaboradores, você é o “Líder-mor” (Líder maior). Veja o tamanho da importância do seu papel... você lidera outros Líderes.

 

Seguindo nesse mesmo contexto, temos os Líderes (todos aqueles colaboradores que possuem uma equipe sob sua responsabilidade, também conhecidos como: chefes, coordenadores, supervisores, gestores, gerentes, etc.). Neste caso, eles são pessoas que estão trabalhando no formato Home Office e estão gerindo suas equipes, que podem estar total ou parcialmente em Home Office.

 

Legal, né?!

 

E agora? Eu, como Líder (Líder-mor e/ou Líder), como vou me comunicar da forma mais assertiva possível, considerando que não estou mais na empresa, não almoço mais com o pessoal, não tem mais aquela conversa ao lado da máquina de café, as reuniões são online, não vejo mais ninguém, não escuto mais os comentários nos corredores, não consigo observar ao vivo e a cores as caras e bocas dos que estão ao meu redor?

 

Me desculpem, mas comecei a rir agora... enquanto estou escrevendo, comecei a imaginar a situação e cheguei até a ficar com saudades das caras e bocas que tanto me faziam ficar irritada (kkk)... mas isso só acontece comigo, com vocês não.

 

Voltando o olhar para o comportamento: vocês já pararam pra pensar que estas situações descritas acima eram exatamente as formas que nós tínhamos de “estar por dentro” do que estava acontecendo com os nossos colaboradores, uma vez que nem sempre eles nos procuravam para expor alguma situação que estava incomodando ou atrapalhando?

 

Qual é a real consequência disso?

 

Se vocês não tiveram tempo de pensar nisso ainda, eu vou falar o que eu penso: se neste momento nós, Líderes, não tivermos consciência da importância do nosso suporte e apoio para com nossos subordinados, nós estaremos colaborando para uma avalanche de consequências negativas que resultarão diretamente na produtividade da nossa equipe. E, sabem por quê? Porque estamos falando de pessoas, conforme coloquei no começo deste artigo: pessoas que estão sendo diretamente influenciadas pelo cenário atual, tendo que manter o pensamento positivo (pois não sabem até quando estarão empregadas, já estão no formato de redução de jornada e salário, etc.), além de estarem trabalhando em casa, independente se possuem ou não condições físicas e emocionais para isso.

 

Por isso, eu convido você, Líder, a se manter o mais próximo possível da sua equipe, praticando a empatia acima de tudo. O resultado disso, será o aumento da confiança, segurança e, consequentemente, da produtividade.

 

E, pra ficar mais claro ainda, a melhor parte disso tudo é ter a sua equipe mais próxima de você, vendo o quão humano você é e o quanto vulnerável você também está. Porém, vocês passarão juntos por esta fase.

 

Obrigada pela sua companhia!

Até o próximo artigo!

E, se você gostou deste artigo e gostaria de saber um pouco mais sobre este assunto, temos o treinamento certo pra você!

 

#tsprimeconsultoriaecoaching

#treinamentosonline

#treinamentoparalideres

#homeoffice

#workfromhome

#treinamentoSorocaba

#treinamentoItu

#treinamentoBoituva

#treinamentoPortoFeliz

#altaperformance

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload