Registros e Artigos

Sabedoria de Mãe

20 Apr 2020

 

Olá amigos, como estão?

 

Por aqui estamos focados em nos mantermos bem.

 

Hoje quero trazer para vocês algo simples e diferente. Vocês, que costumam ler meus artigos, sabem que só falo daquilo que consigo viver, que experienciei e que acredito. Tem pessoas que me dão o feedback dos artigos dizendo: parece que escuto sua voz enquanto leio! E isso me deixa muito feliz, pois consigo transmitir meus sentimentos.

 

Pois bem, preciso confessar que em meio ao cenário que estamos vivendo, pelo histórico do que aconteceu com outros países, pelo entendimento que minha formação acadêmica me traz (sou bióloga, especialista em microbiologia), desde o início desta pandemia, onde não se falava muito disso aqui no Brasil, eu vinha tendo falas como: “Meu Deus, isso vai chegar perto de nós, dentro da nossa casa, vamos perder pessoas queridas, eu posso morrer (sou do grupo de risco), etc...”

 

E aí, a “coisa” foi chegando mais perto e mais perto... e chegou.

 

E quando tudo isso começou a acontecer, precisei intensificar meus exercícios mentais, meu foco em ações positivas (porém, realistas!), intensifiquei minhas orações, pedindo a Jesus que me ajude, que aumente minha fé (pois sim, identifiquei quão frágil ela estava, mesmo não parecendo)...

Mas aí, mesmo com tudo isso, mesmo com todas as dicas dos artigos anteriores, teve um final de tarde que eu me vi com um sentimento quase que desolador, de insegurança, de inquietude...

 

Neste dia eu vi meus pais (estamos evitando, fazendo o que podemos quanto ao isolamento, só saio de casa para coisas que preciso, pois nem tudo eu posso controlar). E conversando com minha mãe expondo tudo isso, ela me disse:

Filha, tudo vai passar. Faça o que você pode fazer, se proteja, mas não se anule, não perca o brilho dos olhos e confie em Deus... somos abençoados, vamos nos ajudar, estamos aqui...”

 

Simples estas palavras, vinda de uma Mãe, não são?

 

Pode parecer que sim, mas não são... Minha mãe, na sua simplicidade cheia de sabedoria, aqueceu meu coração e me fez visualizar aquilo que me faltava naquele momento. Ela falou muitas coisas mais (ela sempre fala, não só nos momentos difíceis). E como minha energia recarregou e os pensamentos entraram em ordem, fiz diversas associações, que desejo compartilhar, pois, se para um de vocês fizer sentido, já fico satisfeita. Normalmente eu correlaciono tudo com o lado profissional nos artigos, desta vez não o farei, mas cada um pode fazer, pois tem total conexão:

 

 “Filha, tudo vai passar”  e realmente, tudo passa. Quantas vezes você já sofreu por alguma coisa que te tirou o chão? Quantas vezes você teve que recomeçar? Quantas vezes você achou que não daria certo na vida? Então... e você passou, certamente se reinventou e prosseguiu e ficou mais forte. Aquela situação que te derrubou não te derruba mais e, talvez, você nem se lembre muito bem dela!

 

 “Faça o que você pode fazer”: eu posso trabalhar de casa? Sim, então faça! Não, preciso estar na empresa, esteja! O que mais você pode fazer que depende só de você e que não vai prejudicar ninguém? Pense nisso...

No meu caso: atenda bem um cliente, tranqüilize seu contratante, ajude, tenha palavras e ações positivas, procure soluções, reinvente a cada dia, persista! Isso me fez ter algumas idéias, me fez compartilhá-las e contagiou pessoas que eu achava que não contagiaria... mesmo que sejam reflexões, este é o momento, e elas resultarão em ações.

 

“Se proteja”: além de toda a higienização eu uso máscaras (antes de serem obrigatórias na minha cidade), evito aglomerações e, acima de tudo, evito o desespero. Lembra daquela respiração de 90 segundos que eu tanto falo, para nos trazer de volta o raciocínio? Gente, nunca respirei tanto nos 90 segundos... hahaha... e não tenho vergonha, acesso minha respiração quantas vezes forem necessárias. Com a máscara as pessoas nem percebem (eu acho!). Minha mente se tranqüiliza, os pensamentos ruins diminuem, e eu continuo produzindo... fazendo o meu trabalho da melhor forma. E claro que, me protegendo, protejo o outro também, o que me conforta, me deixa com a consciência tranqüila.

 

“Mas não se anule”: eu estava anulando parte de mim, minha criatividade estava sendo afetada, assim como minha energia. Um dia desses um amigo até me disse: “cadê seus super poderes?” (em tom de brincadeira claro, pois eu nem estava respondendo direito o que ele me falava... eu estava distante, sem vontade de responder). Meu sono estava sendo afetado, meu sorriso estava sendo afetado. E eu pensava: normal, faz parte desse momento, todo mundo está nesse mesmo barco...

Não! Eu não posso permitir, eu determino quais pensamentos e atitudes eu quero ter, eu sou condutora do meu barco... E, depois desse “tapa na cara” reflexivo, conversas produtivas, conexões, idéias, aconteceram.

 

 “Não perca o brilho nos olhos”: brilho nos olhos contagia, sorriso contagia, boas ações contagiam e, mais que isso, destroem a maldade, a falta de amor, a falta de respeito, os sentimentos ruins. Brilho no olho é sinal de estar vivo, de estar presente. Então, deixe seus olhos brilharem muito, e transmita isso aos seus... eles também vão ter brilho nos olhos, porque você é espelho (ou reflexo, neste caso, tanto faz).

 

“Confie em Deus”: a melhor parte da fala da minha mãe... ela foi Deus falando comigo naquele momento, transmitindo paz e tranqüilidade, transmitindo amor. Confiar em Deus é assumir que temos alguém que pode tudo, que nos ama, que nos socorre, que nos escuta, basta nos conectarmos com Ele. A tranqüilidade vem e o coração se energiza, nos recarregamos e enfrentamos o que precisarmos enfrentar. Então, seja canal condutor de Deus, transmita isso às pessoas ao seu redor, a você mesmo! Não permita que os outros te destruam, que notícias ruins tirem sua esperança, te façam esquecer-se da sua trajetória e dos seus objetivos e sonhos. Deus está em todos os lugares, em todos os momentos, basta você acreditar. Peça e Ele te socorrerá. Creia! E quanto mais difícil for, creia ainda mais!

 

E tudo isso é o que eu tenho para expressar para vocês no dia de hoje: não percam seus objetivos, seus sonhos. Se precisar reprogramar a rota, não tem problema. Se precisar repensar o planejamento, não tem problema. Se precisar desfazer de um bem material, não tem problema. Se precisar dizer não aos prazeres do mundo, não tem problema... Veja: muitas dificuldades nos trazem solução, nos trazem aprendizados.

 

Não sairemos dessa pandemia sendo as mesmas pessoas de antes. Não tem como. Sentimos diferente. Damos valor a coisas simples, como beijar, abraçar, estar reunido com a família, amigos, ir à missa ou ao culto, etc, etc, etc... Coisas que fazíamos sem nem pensar, serão mais prazerosas quando tudo isso passar. A vida terá novo sentido. Daremos valor àquilo que estava ficando esquecido. Reclamaremos menos, e isso atrairá mais coisas boas... Saberemos mais do que nunca em quem podemos acreditar, quem é verdade e quem é mentira e isso é muito bom.

 

Então, se fizer sentido para você, pega a frase da minha mãe, troca o FILHA pelo seu nome e reflita sobre ela.

 

“ Filha, tudo vai passar. Faça o que você pode fazer, se proteja, mas não se anule, não perca o brilho dos olhos e confie em Deus... somos abençoados, vamos nos ajudar, estamos aqui...”

 

Teve um pedaço da frase que eu não comentei, mas usarei para encerrar este artigo:

 

“... Somos abençoados, vamos nos ajudar, estamos aqui...”

 

 

Deus abençoe cada um de vocês!

 

Abraços, brilho nos olhos e sorrisos...

 

E... Obrigada Mãe Lurdinha!!!

 

#tsprime

#autoconhecimento

#homeoffice

#vendas

#treinamentodevendas

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload